segunda-feira, 31 de dezembro de 2012

2012-2013. Sem balanços, sem promessas

Sem olhar ao passado, sem pensar no futuro. Apenas viver o presente com isto na ideia

icanread

Vamos dar cor a 2013

2013 Technicolor


2013 irá nascer dentro de dias. E se o pintássemos? E se lhe déssemos a cor que ele precisa, se o cobríssemos com o colorido das emoções que nos assaltam quotidianamente?


É este o desafio, dar cor a 2013.
12 cores, doze meses, 52 fotografias.
Vamos multiplicar estas 52 fotografias por muitas mais e colorir o ano que está a chegar.

REGRAS:

12 cores
52 fotografias
1 fotografia por semana (4/mês) referente à respectiva cor

(desafio lançado pela Ângela e pela Lemon)

Desafio 12 meses - DEZEMBRO - FAMÍLIA


Dezembro é Natal. Natal é família. Esta é a mesa de Natal da minha família.

sexta-feira, 28 de dezembro de 2012

Entrei às 8.37h

almocei na secretária em 10 minutos, ainda aqui vou estar mais cerca de 10 minutos até sair.

Bom fim-de-semana. Acho que bem mereço o meu.

Começar bem o ano é... (not)

o nosso passe passar já em Janeiro de 37,75€ para 45€. E não ter alternativas para baixar o gasto...

quarta-feira, 26 de dezembro de 2012

Bom dia!

Vá lá, eu sei que no dia 26 não apetece muito, mas tem de ser...

Obrigada a todos pelos votos deixados na caixa de comentários do post anterior. Espero que o vosso Natal tenha sido, peo menos, tão bom quanto o meu.

E agora, vamos arregaçar as mangas e começar a semana de trabalho, que até é mais pequenina :)

Bom dia!

sexta-feira, 21 de dezembro de 2012

A todos os que por aqui passam

Em princípio, não voltarei ao blog até ao Dia de Natal. Por isso não queria deixar de escrever umas palavras a todos aqueles que por aqui passam.

Que tenham um Natal cheio de Paz e que aproveitem a noite de Natal para partilharem com aqueles que mais amam todas as coisas boas que possuem: Amizade, Carinho, Aconchego, Doçura, Alegria e Amor. Tudo com simplicidade, aí fica a receita para um Natal Feliz.

FELIZ NATAL!

icanread

Obrigada Paula!

Ando nesta "coisa" da blogosfera já há alguns anos. Já tive vários blogs antes deste, que fui largando ao fim de algum tempo (acho que o que durou mais tempo, durou dois anos).

Este blog já vai com três anos e uns pozinhos. E ao longo destes 3 anos fui lendo outros blogs, alguns que já acompanhava antes e outros que fui encontrando. Tenho feito grandes "achados" e, ainda que virtualmente, tenho descoberto pessoas especiais, com quem tenho criado uma grande empatia.

Uma dessas pessoas é a Paula. (Quase) Todos os dias leio o blog dela e adoro os seus posts, as suas palavras inspiradoras. Ainda não tive ocasião de a conhecer "ao vivo e a cores" mas sei que oportunidades não faltarão. Ela agora está mais longe, mas um dia sei que a vou encontrar pessoalmente e dizer-lhe que gosto muito dela.


Obrigada Paula, pelo miminho (que adorei) e especialmente pelas palavras que escreveste e que vou guardar com muito carinho.

segunda-feira, 17 de dezembro de 2012

"Onde está o Natal?"

Foi o tema da festa de Natal da escola dos mais novos. Uma produção digna de um musical do La Féria. Só que aqui organizado e produzido inteiramente por pais e professores. Aliás, como todos os anos (pelo menos desde que os meus miúdos lá estão).

"Amizade, Carinho, Aconchego, Doçura, Partilha, Alegria, Simplicidade e Amor". Onde morarem estas palavras, estes sentimentos, é aí que está o Natal.

Não podia estar mais de acordo.

quarta-feira, 12 de dezembro de 2012

Sobre os dezoito elementos (às vezes até são mais) da família no Natal e relativamente à confusão do outro post

O meu pai tinha 6 irmãos. A minha mãe tinha 2 irmãos. Tenho tantos primos que lhes perco a conta.

Estes dezoito elementos têm início no meu pai e numa das irmãs do meu pai, com quem ele viveu desde que chegou a Lisboa e até casar (infelizmente nem um, nem outro são vivos).

- Somos a minha mãe, a minha irmã, eu, o meu "namorido" e os meus três filhos;
- depois, são as minhas duas primas, filhas da minha tia, sendo uma delas minha madrinha.
- os respectivos maridos e os dois filhos de uma delas (a que não é minha madrinha);
- depois temos as respectivas mulheres dos filhos, mais a filha de um deles (minha afilhada) e os dois filhos do outro.
- Às vezes juntam-se também a mãe e a irmã (com o marido e a filha) de uma das mulheres dos meus primos (que é minha comadre em duplicado, pois para além de eu ser madrinha da filha dela ela é madrinha do meu filho mais velho).

Percebem porque me confundi na contagem? ;)

Uma espreitadela...





Porque gosto do Natal

Dia 24 de Dezembro

Levantamo-nos devagarinho, à hora que há vontade (felizmente não trabalhamos neste dia. Por enquanto.). Os miúdos já demonstram uma certa ansiedade. A manhã passa tranquilamente, embrulho as últimas prendas, porque gosto de ser eu a embrulhar os presentes de Natal, ao som de músicas de Natal (sou coleccionadora de CD's com músicas de Natal...). O pai, para os distrair, vai dar uma volta com eles.

Almoça-se cedo para podermos disfrutar tranquilamente o dia. Logo depois do almoço, a tarde é passada com a minha sogra, com os mimos todos que os netos têm para lhe dar e com toda a companhia que lhe podemos proporcionar.

Por volta das 6 e meia (mais minuto, menos minuto) seguimos para casa da minha prima, onde juntamente com 13 pessoas (entre mãe e irmã , primos de 1.º, 2.º e 3.º grau, padrinhos este ano somos 18 - já fomos 20 e muitos mas também já fomos 12), para dar-mos início à Consoada. Uma Consoada muito especial, muito à maneira da nossa família. Felizmente uma mesa recheada, com contributos de toda a gente, o bacalhau cozido com batatas, ovos e couves, o azeite e o vinho (que eu e os miúdos não bebemos...), os doces típicos de Natal (alguns, outros nem tanto...), muita conversa, muita algazarra, muito convívio.

As crianças pequenas (neste momento são 4) começam a andar à nossa volta, estilo "are we there yet?", mas mudando para "quando é que chega o Pai Natal?". E para não os massacrar muito (no meu tempo tínhamos mesmo que esperar até à meia-noite), por volta das 11 horas começam a distribuir-se as prendas. Desde o ano passado e por causa do... (nem vou dizer o nome para não estragar já este post), ficou decidido que só as crianças (bem, os miúdos mais velhos também, porque apesar de terem 18 e 19 anos serão sempre, enquanto solteiros, as nossas crianças) recebem prendas.

Continua a algazarra, continua a conversa, até que finalmente o sono começa a apoderar-se dos mais pequeninos e é tempo de regressar a casa.

Dia 25 de Dezembro

Mais uma vez, levantamo-nos à hora que nos apetece. Os miúdos aproveitam para brincar com os brinquedos que receberam. O almoço é tardio, em casa da minha madrinha, com mais ou menos as mesmas pessoas do dia anterior (o meu miúdo mais velho não está, porque vai para casa do pai, e alguns dos primos almoçam com "o outro lado" da família deles). Mais um almoço cheio de vida, mais um almoço cheio de algazarra, mais um almoço de mesa cheia (volto a dizer, FELIZMENTE).

Depois, rumamos para ao pé da minha sogra onde passamos o resto da tarde, com mais mimos, com mais companhia.

A noite chega, voltamos a casa, cansados mas completos, cheios de vontade de que seja Natal outra vez.

icanread
Acho que está explicado porque gosto do Natal, não está?

(nota: só agora é que reparei que me enganei na contagem. Somos 16 e não dezoito. Mas isto é este ano, porque o numero está sempre a variar... mentira! Somos mesmo 18! São tantos que eu é que me perco...)

terça-feira, 11 de dezembro de 2012

Uma grande verdade: Todos mudamos com o passar dos anos, quer queiramos, quer não

Lembro-me de em miúda, ver a minha mãe fazer uma colcha em crochet para a cama dela e ver uma tia fazer inúmeras coisas também em crochet e pensar "que foleirada". Crochet era coisa antiga, demodé, sem graça nenhuma face às coisa 'modernas' que iam aparecendo.

E agora o que eu sorrio quando penso em mim nessa altura. E em como não ia acreditar que era eu hoje a "babar" por esta colcha (ou cobertor, como lhe quiserem chamar) e por tantas coisas em crochet que vejo por aí e que também vou fazendo...

A idade é tramada...

Árvore de Natal

Desde que tenho gatos em casa que nunca consegui ter uma árvore de Natal à minha maneira. Lá vou tentando todos os anos dar um jeito à coisa, mas basta uma pequena distração, um pequeno desviar de olhos e... zás! Ou vai ao chão (sim, até uma árvore de 1,80m que já tive de deixar de lado), ou desaparecem os enfeites um a um (para parte incerta, apesar de a casa não ter buracos), ou as luzes "despenduram-se" da árvore... enfim, um filme. Ah, e persépio nem sei o que vos dizer, tais são os disparates que foram feitos. E isto só com um gato. Agora com dois, calculo que vá ser um bocadinho pior.

Por isso, este ano fiquei-me por uma árvore comprada nos chineses com apenas 1,20m, enfeitada com meias e uma estrela que 'crochetei' este fim-de-semana e luzes também "chinesas". O presépio foi uma descoberta linda que fiz no sábado depois de uma ida ao circo, na loja Nickolaus (Rua do Carmo), uma bola de Natal de vidro com o S.José, a Nossa Senhora e o Menino Jesus (sem burro e sem vaca, mas não tem nada a ver com o que o Papa diz...) que pendurei mesmo por cima da árvore (em lugar inacessível aos gatos).

Vamos a ver quanto tempo se mantem este cenário (quase*) intacto.




*quase, porque a árvore já foi ao chão uma vez desde que está pronta...

sexta-feira, 7 de dezembro de 2012

Faltam 18 dias para o Natal (e é sexta-feira)!


(pediram uma coisa feita em casa para colocar na árvore da escola do miúdo do meio, passei por aqui e saiu isto...)


quinta-feira, 6 de dezembro de 2012

quarta-feira, 5 de dezembro de 2012

Bom dia!


Google imagens

Aqui há tempos, numa formação, fizemos um teste para vermos que tipo de pessoa eramos em relação ao desempenho diário. E o resultado foi exactamente aquele que eu esperava. Sou uma pessoa "do meio da manhã até ao meio/final da tarde". É nessa altura que sou mais activa, que sou mais produtiva.

Para mim o ideal era poder dormir até às 8 da manhã. e começar o dia devagar, a um ritmo tranquilo. Se soubessem o que me custa acordar 2 horas mais cedo do que gostaria, especialmente neste dias mais frios e chuvosos... Levanto-me muito a custo e só uma hora depois (mesmo começando a fazer o que tenho que fazer assim que me levanto) é que me sinto relativamente operacional para enfrentar o dia. Vale-me tratar das coisas importantes (preparar roupas, lanches e almoço para mim) no dia anterior, senão tinha a certeza que muitas vezes alguma coisa ia faltar... E também tenho a sorte de os meus filhos não serem difíceis de levantar (eles sim, pelo menos por enquanto, pessoas matinais!).

terça-feira, 4 de dezembro de 2012

Sabem o que é que me pôs a rir hoje à gargalhada?

Isto (e sim ri à gargalhada no autocarro. Também há tantos doidos por aí, sou só mais uma... ):


E a chuva que está

tocada a vento?

Quinta-feira

tenho que fazer 2 (DOIS) bolos para os miúdos levarem para escola na sexta para serem vendidos à fatia, sendo que o dinheiro reverte a favor dos mais desfavorecidos.

Adivinha-se uma quinta-feira looooonga pois é dia de natação, logo é dia de jantar mais tarde, logo é dia de miúdos cansados e com "mau-feitio" por causa desse cansaço.

Não há-de ser nada... apenas tenho que me lembrar que é por uma boa causa.

Labels

... (186) ' (1) 'Cóltura (1) 'o melhor país do mundo' (9) 'o melhor país do mundo'; (1) 'One Good Deed a Day' (15) "Cóltura" (5) "o melhor país do mundo" (78) 101 coisas em 1001 dias (4) 2010 (8) 2011 (7) 2012 (6) 2013 (2) 2013 Technicolor (55) 2014 (3) 25 de Abril (2) 30 dias para o Natal 30 agradecimentos (30) 31 dias para o Novo Ano 31 desejos (31) a idade não perdoa (1) a minha família (9) a minha família e a blogosfera (3) a vida como ela é (121) actualidade (1) ai (1) ai... (1) alegria no trabalho (1) almoço (1) amigos (8) animais (12) aniversários (38) aprender (2) aquilo que eu acho (1) as amantes do verão (31) atletismo (1) atrasados mentais (2) Benfica (5) blog (36) blogger (2) Blogosfera (162) Boas ideias (1) bullying (1) cabeça no ar (2) calor (1) cansaço (1) Carnaval (5) cinema (21) Citações (26) coisas boas (4) coisas da maternidade (1) coisas giras (2) coisas hilariantes (1) coisas minhas (89) coisas que gosto (142) coisas que me acontecem (1) coisas que me sabem bem (1) coisas que não compreendo (2) coisas raras (1) coisas sem interesse nenhum (1) coisas simples (1) conselhos (5) crise (1) crónicas (1) culinária (18) de vez em quando sabe bem desabafar (1) decisões em família (1) desafio 12 meses (12) desafios (143) desporto (3) dias especiais (17) dinheiro (52) doenças (37) eleições (10) escritores (1) escritos que gosto (3) estação favorita (2) estações favoritas (5) Eu (283) eu sou assim (4) Eu sou dadora de sangue com muito orgulho (1) Eu sou dadora de sangue com nuito orgulho (1) exageros (1) F/M (4) faltas de educação (15) Família (103) (9) felicidade (6) férias (107) Filhos (199) fim-de-semana (1) finanças (6) fobias (1) fora do trabalho (1) fotografia (94) fruta (1) Futebol (44) grandes verdades que vou encontrando por aí (1) greve (2) gulodices (1) hobbies (23) idade (1) Idiotas com "i" grande (1) idiotices sem explicação (6) indecisões... (4) Inícios (8) intuição (1) irmã (1) irritações (1) jornais (16) justiça para todos? (14) liberdade (2) Lisboa (1) livros (80) marmitas (1) mau feitio (1) mau feitio... (209) mazelas minhas (2) mimos (15) momentos bons (1) Mundo (49) música (106) música/dança???? (1) Natal (72) net (62) o melhor país do mundo (9) Pai (5) palavra do dia (36) parvoíces (3) parvoíces minhas (1) parvoíces... (59) pausas que me sabem bem (1) pequenos prazeres (1) perda de peso (7) pessoas especiais (39) pessoas por aí (1) Pobre Portugal... (8) poesia (1) Política (125) Portugal (128) Portugal - liberdade (4) Portugal. liberdade (4) poupança (7) praia (3) preguiçosa (1) Projecto 365 (67) publicidade (30) quando eu era pequenina (6) Rádio (25) reflexões (56) relaxar (4) revistas (3) Saúde (36) selos (4) sobre os preconceitos e as lições que a vida nos dá (1) sol (1) solidariedade (2) sonhos... (1) Tejo (1) Tempo (115) tenho frio (1) todos diferentes todos iguais (1) tontices (2) trabalho (158) trabalhos manuais (2) trânsito (3) transportes (6) tv (80) vícios (6) vida escolar (45) YES (1)

Também leio...

As fotografias inseridas neste blog têm origem em:

- Mim própria;
- i can read;
- And it's love;
- vi.sualise.us;
- google;
- Pinterest

Qualquer foto vossa que aqui estiver e que não queiram publicada, digam, que eu retiro imediatamente.