quarta-feira, 30 de novembro de 2011

São 15.35h e estou de rastos

Ainda falta muito para o feriado?

Eu sei que podia ir ao goolgle, mas gosto mais de perguntar aqui

o que quer dizer "preppy"? Segundo entendi é um termo ligado à "fashion", ou à moda como se diz na minha terra...

Agradeço antecipadamente o esclarecimento, que isto de ser "povo" dá nesta ignorância.

segunda-feira, 28 de novembro de 2011

A propósito de um dos últimos posts que li no blog "Not so fast"

Sempre fui uma pessoa muito prática no que diz respeito à roupa. Não vou em modas (e não tem nada a ver com dinheiro, porque agora até a loja mais barata vende roupa inspirada na moda), visto aquilo com que me sinto bem (e dentro do bom senso) e ponto final. Se tenho calor uso roupas leves, se tenho frio "abafo-me". Não uso sapatos que me provoquem calor ou frio e muito menos que me apertem os pés .

Isto tudo a propósito do que eu vinha a pensar no autocarro hoje de manhã ao olhar para uma passageira que vinha toda enchouriçada com camisolas, cachecóis e por cima trazia um casaco grosso, com mangas... pelo cotovelo. Eu, com o meu "cobertor" vestida, só perguntava (para dentro claro), qual o objectivo daquele casaco. Tapar o frio? Tudo certo a nível do tronco, mas os braços... Lá está, era um casaco que eu já tinha visto em revistas, em blogs de moda e por aí.

Eu sou "povinho" e com orgulho. Da Margem Sul (haverá mais suburbano que isto?). Andar desconfortável porque é moda, por ser cosmopolita, apenas por puro seguidismo, tenham paciência mas não.

O meu filho do meio começa hoje a usar óculos

É pitosga como a mãe. A questão não se põe em ele ter de os usar. A questão põe-se em: quantas vezes por semana irei ao oculista mandar arranjar os óculos tortos, partidos, sem lente? O irmão mais velho, que quando era da idade dele não tinha nem metade do "desassossego", teve 4 pares de óculos (fora os arranjos) entre os 4 e os 8 anos.

Estou a fazer assim uma conta de 10 para este...

quinta-feira, 24 de novembro de 2011

Porque sem actos não existem consequências

e porque se protesto e não concordo com o que estão a fazer ao meu país tenho que fazer alguma coisa, agir, demonstrar o meu protesto e não ficar à espera que sejam dos outros para mudar alguma coisa:

HOJE FAÇO GREVE!

Não me venham dizer que não adianta nada. Todos os dias me esforço. Todos os dias trabalho para o país andar. Mas continuar a deixar os governantes fazer o que estão a fazer e ficar de braços cruzados, resignados, aceitando tudo o que eles dizem, isso não adianta nada.

quarta-feira, 23 de novembro de 2011

Estou a imprimir um trabalho

que já vai p'raí em 1000 páginas "and counting"...

Ontem a minha prima fez anos

E estive mais uma vez com a minha família. A minha família que parece uma família siciliana. Muita gente, miúdos e graúdos, muitas conversas, comida caseira da boa, um final do dia óptimo, com as mentes bem distante dos problemas do dia-a-dia. Ainda por cima jogo do Benfica, visto por uma família com metade benfiquistas metade sportinguistas. Uma festa!

São 4 gerações juntas. Os "maiores" que eu (5), os do meu tamanho (7), os pequenos (3) e os ainda mais pequenos (4). Num universo que vai dos 6 meses aos 73 anos.

Posso dizer que ontem foi o ensaio geral para a noite de Natal. E posso dizer que pelo ensaio, a "peça" vai ser aplaudida de pé!

terça-feira, 22 de novembro de 2011

Afinal não se foi totalmente com esta decisão para a frente. Apesar de se ter limitado muitíssimo o uso do aparelho durante os dias de trabalho/escola, existem certas "tentações" que levam a que não abdiquemos da televisão por completo de segunda a sexta.

Uma dessas tentações é a série "Downton Abbey". Uma série que me consegue agarrar ao ecrãn do primeiro ao último minuto. Acabou a 1.ª série ontem. Mal posso esperar pela 2.ª.

Hoje estou assim


danada, danada, danada! Porque uns fazem o que querem e os outros é que se "lixam".

!

E depois todos protestam, protestam, protestam, mas quando chega a hora de agir, metem o rabo entre as pernas e ficam mansos!

sexta-feira, 18 de novembro de 2011

A minha miúda mais pequena está de parabéns

daqui

Não tenho palavras para descrever o quanto gosto de ti. Mesmo com as tuas birras, mesmo com a tua teimosia, mesmo com o teu "mau feitio". Quando me abraças e dás aqueles beijinhos tão, tão, tão apertadinhos que até fico dorida nos maxilares, esqueço tudo e só sei que te amo incondicionalmente.


PARABÉNS PRINCESA!
(a cor-de-rosa que é a tua cor favorita...)

quinta-feira, 17 de novembro de 2011

Posts que li e que gostei (46)

"O senhor ministro da saúde, cá beijinho meu doce, diz que há 1000 médicos especialistas a mais, a senhora ministra da justiça diz que os guardas prisionais ganham para dormir, o senhor ministro da educação diz que bom mesmo é despedir 30000 docentes do ensino superior e deixar outros tantos do ensino secundário sem colocação, o senhor ministro dos negócios estrangeiros diz que vai fechar sete embaixadas, a senhora ministra da agricultura acha que governar é desligar o ar condicionado e por aí fora.


De forma sucinta o plano de governação destes ultra-super-especialistas-altamente brilhantes-catedráticos do raio que os parta é cortar nas pessoas. Parece uma conta simples cortamos pessoas e poupamos dinheiro. Apresentamo-nos à Troika como meninos muito bem comportados que cumprimos o que nos mandam sem nenhuma falha. Educadinhos que somos enquanto povo não nos manifestaremos, não atiraremos pedras, não gritaremos nem sequer nos vamos revoltar. Afinal, bem vistas as coisas, a culpa até é nossa que nos atrevemos, vejam bem, a sonhar com uma vida melhor como nos prometeram o cavação, o guterrito, o cherne, o pedrito santana, o socas e seus adjuntos. Cambada de otários. Agora é ver os comentadores de economia a rejubilarem quais porcos na lama com a perda de poder de compra das famílias, com o empobrecimento dramático a que assistimos. Palhaços. Jose Gomes Ferreira se te apanho na rua mando-te uma pedra.

O problema desta equação é simples: estão em causa pessoas, não são números, não são gorduras, não são objectos supérfluos, são pessoas. Pessoas que têm filhos, que precisam de comer, que têm de ter um tecto. Uns mimados a precisar de tanta coisa, parece que oiço essa suma inteligência que é o nosso primeiro dizer. Um governo deve ter como primeira preocupação o povo. Não a Troika e o FMI e o mercozy. Se o governo não tem o povo como preocupação fundamental então não serve. E escusam de me dizer que é absolutamente necessário que eu continuo a achar que uma política que não promove o crescimento e não defende as pessoas é uma política que não presta."
 
Da MUXY-MUXY, que está de volta à blogosfera e com quem eu concordo totalmente neste post

Eu sou dadora. E tu?

Tornei-me dadora de medula óssea no dia em que fiz a minha primeira dádiva de sangue. Já lá vão 3 anos. Umas respostas a umas perguntas simples que me fizeram, um tubinho de sangue e... já está.
O Gustavo Martins precisa de ajuda.  Tantos menino(a)s (e não só) anónimos também. Do que estás à espera para os ajudares?

Mais

Neste país só os cumpridores das suas obrigações, que pagam os impostos no prazo e não aldrabam é que são prejudicados em tudo e mais alguma coisa.

Os grandes aldrabões e os grandes caloteiros, esses... estão na maior.

Sabem quando uma pessoa está embaixo, bem no chão?

Há sempre alguma coisa que surge para ainda vos calcar mais...

quarta-feira, 16 de novembro de 2011

Há dias

em que nos sentimos uma porcaria. Hoje é o dia. Só tenho vontade de me enfiar num buraco e não sair de lá nunca mais.

Razões? Todas e mais alguma. Sem excepção.

terça-feira, 15 de novembro de 2011

Arrumações

O meu posto de trabalho tem um armário de duas portas, com prateleiras, do tecto ao chão. Andei a fazer arrumações e chego à conclusão que guardo o que preciso e o que não preciso. Não tem explicação a quantidade de coisas que deitei fora. Neste momento tenho um armário meio cheio. Com coisas que preciso.

Vamos ver se consigo mantê-lo assim.

sexta-feira, 11 de novembro de 2011

quinta-feira, 10 de novembro de 2011

Sobre casas

Não gosto de casas minimalistas.  Acho que lhes falta calor. Não gosto de casas com móveis direitos.

Gosto muito de casas com mobílias brancas (e não só, vendo bem...) rústicas, as mesas de madeira com tampos desgastados pelo tempo, com assessórios (cortinas, almofadas, mantas) coloridos.

Gosto de divisões "desarrumadas" pelos miúdos. Gosto de recordações espalhadas pela casa, sejam elas antigas ou recentes (obras de arte feitas pelos miúdos, por exemplo).

Gosto de cozinhas claras, com luz, enormes, com espaço para a família.

Gosto de casas com um toque pessoal. Com "personalidade". Não gosto de "casas IKEA", i.e. casas catálogo.

Pois...

para pensar.

Ele há coisas...

acabei de saber que falo com a mãe de um colega da minha filha quase todos os dias (somos colegas de empresa e de função) sem sequer imaginarmos que os nosso filhos são colegas (bem... tantos "colegas"). Já nos cruzamos nas reuniões de pais mas como o nosso contacto diário é, basicamente, telefónico, nunca nos tinhamos visto pessoalmento no trabalho.

Foi do género "Aaaah, tu é que é a mãe da..." e "nunca pensei que fosses tu a mãe do ...". Realmente, o mund é muito pequenino

Existem certas coisas que fazemos sem pensar

Depois pesam-nos tanto na consciência que daríamos tudo para poder voltar a trás e rectificar o erro. Ontem foi dia. Não voltará a acontecer. Prometo.

Sei que tu, filha, até já esqueceste, mas eu não consigo deixar de te pedir desculpa.

terça-feira, 8 de novembro de 2011

Galo, galo...

é ontem ter estado um dia maravilhoso e a pequena lá de casa ir hoje, num dia chuvoso, a um passeio da escolinha.

segunda-feira, 7 de novembro de 2011

Eu não disse que dias assim me dão boa disposição e sorte?

Ganhei 118€ no Euromilhões com uma aposta de 2€ feita num impulso, porque até nem costumo jogar! A mim, que desde que me lembro o máximo que ganhei foram 15€.

Nesta altura do campeonato, nem imaginam o bom que é receber este dinheiro.

Já disse que gosto do Outono?

Ninguém imagina o que estes dias cheios de sol (mas com frio) fazem à minha alma... sinto-me como que renovada, pronta a enfrentar tudo e todos!

É segunda-feira,

pois é. Mas é uma segunda-feira cheia de sol e com frio, uma combinação que eu gosto muito.

Boa segunda-feira!

sexta-feira, 4 de novembro de 2011

Então mas... não são os socialistas que se vão abster na votação do Orçamento?

Contestam o quê? Que isto é uma afronta a (quase) todos os portugueses, é. Mas quando não se concorda, está-se contra, não se abstém. Esta é a minha ideia.

"Queres saber para que queremos os teus subsídios (e o resto do ordenado...)?"

Para coisas como esta...

Pergunta: Qual terá sido a "continha" por este trabalho?

A Re-food precisa de ti!



Espalhem a notícia por aí!

Posts que li e que gostei (45)

Este. Porque vem um pouco na linha daquilo que escrevi num post de ontem. Viver para trabalhar. E o que resta depois?

Devia ser proibido dar más notícias à sexta-feira

Bem podiam ter esperado por segunda para me dizerem o pouco que vou receber de subsídio de Natal (o último, é de guardar o recibo...). Assim como assim, à segunda já estou infeliz por ser segunda...

quinta-feira, 3 de novembro de 2011

E ao dia 3 de Novembro...

passamos ao look Natalício.

Gosto do Natal, o que é que querem?

Não consigo encaixar

o conceito de "viver para trabalhar". Que neste momento grande parte de nós trabalha para (sobre)viver, isso é ponto assente. Que se trabalhe por gosto e sem obrigatoriedades, completamente de acordo.

Agora trabalhar até à exaustão sem ter necessidade disso... não, decididamente eu não sou assim. Decididamente, prefiro a calma de uma noite bem passada com os meus do que a cegueira de conseguir mais e mais e mais. "Ah e tal, estou a assegurar o futuro dos meus, tenho que me preocupar com o amanhã...". Tudo certo. Eu também me preocupo diariamente com o bem-estar dos meus e com os meios para lhes proporcionar uma bom futuro. Mas também aprendi com uma grande "professora" que o bem-estar não são só os bens materiais, são os mimos, são a atenção, são o tempo que lhes dedicamos. Claro que sem trabalho não há dinheiro, sem dinheiro não existem condições básicas. Disso eu sei  (sou mesmo perita no assunto...). Mas daí a abdicar de todos os prazeres que o dinheiro não compra, vai uma distância muito, muito grande.

A vida tem tantas coisas que o dinheiro não compra. Aquilo que eu gosto de fazer, para mim, é um passatempo, não é uma obrigação.

daqui

Coisas boas

E o bem que me soube almoçar hoje com uma amiga, daquelas amigas com quem não precisamos de estar todos os dias, mas que sabemos que estará lá sempre, em qualquer altura, para nos apoiar?

Não tem "preço".

O do Rui Reininho com o Quim Barreiros tem piada e tal, mas para mim este é o melhor dueto improvável

Hoje foi dia.


 Gosto de pensar que hoje salvei uma vida. Hoje adquiri super-poderes.

Pergunta:

As meninas fashion que usam galochas, andam com elas todo o dia no trabalho (escritórios e afins)?

quarta-feira, 2 de novembro de 2011

Nunca mais é sábado!

Com um dia de todos os Santos tão bem aproveitado (em casa, que não há dinheiro para mais), é um crime não poder dar seguimento ao mesmo.

Como dizia o outro "oh se eu fosse rico..."

Labels

... (186) ' (1) 'Cóltura (1) 'o melhor país do mundo' (9) 'o melhor país do mundo'; (1) 'One Good Deed a Day' (15) "Cóltura" (5) "o melhor país do mundo" (78) 101 coisas em 1001 dias (4) 2010 (8) 2011 (7) 2012 (6) 2013 (2) 2013 Technicolor (55) 2014 (3) 25 de Abril (2) 30 dias para o Natal 30 agradecimentos (30) 31 dias para o Novo Ano 31 desejos (31) a idade não perdoa (1) a minha família (9) a minha família e a blogosfera (3) a vida como ela é (121) actualidade (1) ai (1) ai... (1) alegria no trabalho (1) almoço (1) amigos (8) animais (12) aniversários (38) aprender (2) aquilo que eu acho (1) as amantes do verão (31) atletismo (1) atrasados mentais (2) Benfica (5) blog (36) blogger (2) Blogosfera (162) Boas ideias (1) bullying (1) cabeça no ar (2) calor (1) cansaço (1) Carnaval (5) cinema (21) Citações (26) coisas boas (4) coisas da maternidade (1) coisas giras (2) coisas hilariantes (1) coisas minhas (89) coisas que gosto (142) coisas que me acontecem (1) coisas que me sabem bem (1) coisas que não compreendo (2) coisas raras (1) coisas sem interesse nenhum (1) coisas simples (1) conselhos (5) crise (1) crónicas (1) culinária (18) de vez em quando sabe bem desabafar (1) decisões em família (1) desafio 12 meses (12) desafios (143) desporto (3) dias especiais (17) dinheiro (52) doenças (37) eleições (10) escritores (1) escritos que gosto (3) estação favorita (2) estações favoritas (5) Eu (283) eu sou assim (4) Eu sou dadora de sangue com muito orgulho (1) Eu sou dadora de sangue com nuito orgulho (1) exageros (1) F/M (4) faltas de educação (15) Família (103) (9) felicidade (6) férias (107) Filhos (199) fim-de-semana (1) finanças (6) fobias (1) fora do trabalho (1) fotografia (94) fruta (1) Futebol (44) grandes verdades que vou encontrando por aí (1) greve (2) gulodices (1) hobbies (23) idade (1) Idiotas com "i" grande (1) idiotices sem explicação (6) indecisões... (4) Inícios (8) intuição (1) irmã (1) irritações (1) jornais (16) justiça para todos? (14) liberdade (2) Lisboa (1) livros (80) marmitas (1) mau feitio (1) mau feitio... (209) mazelas minhas (2) mimos (15) momentos bons (1) Mundo (49) música (106) música/dança???? (1) Natal (72) net (62) o melhor país do mundo (9) Pai (5) palavra do dia (36) parvoíces (3) parvoíces minhas (1) parvoíces... (59) pausas que me sabem bem (1) pequenos prazeres (1) perda de peso (7) pessoas especiais (39) pessoas por aí (1) Pobre Portugal... (8) poesia (1) Política (125) Portugal (128) Portugal - liberdade (4) Portugal. liberdade (4) poupança (7) praia (3) preguiçosa (1) Projecto 365 (67) publicidade (30) quando eu era pequenina (6) Rádio (25) reflexões (56) relaxar (4) revistas (3) Saúde (36) selos (4) sobre os preconceitos e as lições que a vida nos dá (1) sol (1) solidariedade (2) sonhos... (1) Tejo (1) Tempo (115) tenho frio (1) todos diferentes todos iguais (1) tontices (2) trabalho (158) trabalhos manuais (2) trânsito (3) transportes (6) tv (80) vícios (6) vida escolar (45) YES (1)

Também leio...

As fotografias inseridas neste blog têm origem em:

- Mim própria;
- i can read;
- And it's love;
- vi.sualise.us;
- google;
- Pinterest

Qualquer foto vossa que aqui estiver e que não queiram publicada, digam, que eu retiro imediatamente.