sexta-feira, 30 de dezembro de 2011

Então...

até p'ró ano!

Entrem com os dois pés, porque se entrarem só com o pé direito entram coxos...

Para os optimistas, um excelente ano. Para os realistas, um ano o melhor que se puder dentro desta crise onde andamos. Para os pessimistas... nem sei que dizer.

Beijinhos a todos.

"Come ao menos uma sobremesa... Pequenos Gatos!"

2011 / 2012

Estive a rever o meu post de passagem de ano do ano passado e verifico que estava muito mais optimista do que este ano.Não me sinto com tanta esperança, não vejo que para ultrapassar  próximo ano baste a "saudinha" que falei (até porque para o ano não vamos poder estar doentes, correndo o risco,com os aumentos que vêm aí na área da saúde,  de não ter dinheiro para pagar as consultas).

2012 não vai ser um ano para viver. Vai ser um ano para sobreviver. Vai ser um ano em que tudo farei (como sempre, mas com ainda mais esforço e menos meios) para que nada de básico falte aos meus filhos. Dirão os optimistas que o importante é ter esperança, que tudo se resolverá. Diz aqui a realista que o importante é não me fiar naquilo que os outros dizem e fazer pela vida, porque esperança é coisa que tenho desde sempre e não é por isso que estou melhor que há uns anos atrás.Tudo se resolverá talvez, mas não sem muitos sacrifícios pessoais (meus e dos meus), não sem privações de várias ordens.

Não me peçam para estar optimista, porque olhando à minha volta não tenho razões para isso. "Ah e tal, queixas-te de barriga cheia, tens trabalho e isso é muito bom." Certo. Nesse aspecto, seria mentirosa e insensível se dissesse que isso não é "um luxo" nos tempos que correm. Mas (e há sempre um mas), com os cortes que já sofri este ano, com os cortes que vou sofrer no ano que vem, a vida não vai ser fácil ou pelo menos não vai ser aquilo a que devíamos todos ter direito, antes pelo contrário.

Por isto tudo, não espero nada de 2012. Não peço nada a não ser serenidade para ultrapassar tudo o que o ano novo trará e capacidade para me levantar sempre que me preguem mais uma rasteira. As nódoas negras nos joelhos já são muitas...

Último dia de trabalho do ano

Hoje a disposição esá ligeiramente melhor.

Bom dia.

quinta-feira, 29 de dezembro de 2011

Ia preparar o post tradicional de passagem de ano

mas o meu espírito hoje está tão negro, tão negro, que não ia sair coisa boa, de certeza.

É melhor mas é deixar o post pata amanhã. Pode ser que esteja com melhor feitio...

Aquele anúncio da Coca-Cola é para convencer quem?

Quem não tem nada para comer? Quem não tem casa para viver? Quem não tem qualquer perspectiva de emprego nem de futuro? O Fado é Património da Humanidade? Pois, vai servir para cantar na esquina da rua para ver se alguém dá um esmola...

Desculpem-me, mas hoje estou muito amarga.

Oração da serenidade

"Ó Deus, concedei-me Serenidade para aceitar as coisas que não posso modificar, Coragem para modificar aquelas que posso e Sabedoria para perceber a diferença.


Ámen."

Hoje preciso dela.

quarta-feira, 28 de dezembro de 2011

Sangue do meu sangue

Os meus filhos gostam tanto de beijinhos e festas como eu. É tão bom receber um abracinho apertado de cada um deles! E as beijocas repenicadas? É que até o mais velho (quase com 18 anos) mos dá!

Enchem-me o dia!

Sei que tenho uma relativamente boa auto-estima

quando ouço coisas que me deviam deitar a baixo, mesmo derrotar mas simplesmente as ignoro, sabendo que quem as diz não tem importância nenhuma.

terça-feira, 27 de dezembro de 2011

Não sei o que é que é mais giro

se o princípio , se o meio, se o fim...

Bom dia!

Como já disse, gosto muito do meu Natal. Passado em família (uma grande família, apesar de já ter sido maior), muito caseiro. Mas este ano, o Natal foi dos melhores de há uns anos para cá. Acho que não me lembro de rir tanto há bastante tempo.

Foi muito, muito muito bom.

quinta-feira, 22 de dezembro de 2011

A quadra natalícia aqui pelo estaminé

muita gente de férias, reina a calma. Hoje sinto uma serenidade como já há muito tempo não sentia. O trabalho está em dia, tudo é feito com a calma que é necessária e que tantas vezes falta.

Hoje é um bom dia.

25 dias para o Natal, 25 músicas (22)

quarta-feira, 21 de dezembro de 2011

É hoje não é?

Bem-vindo Inverno!


daqui


Contaram-me (eu não vi)

que passou uma reportagem num telejornal de um dos nossos "maravilhosos" canais sobre a crise e as prendas de natal. Perguntavam, então, a uma senhora como iam ser as prendas este ano ao que ela responde "ah, este ano, por causa de crise, prendas só mesmo para as crianças." "Então e já estabeleceu um plafond?" "Sim, sim, claro. 200€...para cada um."

...

Eu tenho andado calada sobre esta conversa de nos mandarem emigrar

mas isto já é demais!

Porque é que não emigram eles?

25 dias para o Natal, 25 músicas (21)

terça-feira, 20 de dezembro de 2011

Não sei cá porquê

mas acho que este ano há-de haver muita gente por aí a "deitar pelos olhos" compotas, bolachinhas e outras coisas assim. Se o ano passado ainda eram poucas pessoas a oferecer este tipo de prendas, este ano parece que é uma febre que anda por aí (a crise assim o dita...).

Não é uma crítica (até porque eu o ia fazer se não tivesse ficado decidido que só se davam prendas aos miúdos), é apenas uma constatação.

25 dias para o Natal, 25 músicas (20)

segunda-feira, 19 de dezembro de 2011

sexta-feira, 16 de dezembro de 2011

Só eu é que estou com problemas em aceder ao meu blogger porque diz que tem incompatibilidade de browser?

não tem, mas a mesnagem é essa.

No início do próximo ano

vou iniciar-me na aprendizagem da costura (com máquina). Vamos lá a ver se tenho jeito para a coisa.

Posts que li e que gostei (47)

Este. É escrito por um homem, por isso não vale a pena o argumento que as mulheres dizem mal porque têm é inveja.

Estou velha. Decididamente estou velha

Ontem, no autocarro para casa, tinha dois "jovens universitários" atrás de mim. Ela a cada três palavras que articulava inseria um "tipo" no meio delas. Ele usava mais palavras inglesas que portuguesas na conversa que vinham a ter, para além dos "iá" da praxe e das asneiras de primeiro escalão.

Depois, já no balneário da piscina onde a minha filha se equipava para a aula, outras miúdas (com idades de 13-14 anos) conversavam também sempre com o "tipo" na boca.

E a confusão que isto me fez? A idade pesa. Não há dúvida.

25 dias para o Natal, 25 músicas (16)

terça-feira, 13 de dezembro de 2011

Eu almoço ao meio-dia, a minha colega à uma

E eu gosto muito desta combinação. Porque à uma é quando a maior parte do pessoal vai almoçar e há dias em que durante uma hora se faz um silêncio tão bom que me retempera para o trabalho da tarde.

Alegria no trabalho

percebo perfeitamente e apoio totalmente. Agora adultos de 30 e 40 anos em brincadeiras de infantário... não percebo.

25 dias para o Natal 25 músicas (13)

segunda-feira, 12 de dezembro de 2011

E de prendas para os miúdos

já só me falta a do meu filho mais velho e porque o que ele gostava de ter ainda não "saiu". Tudo prendas escolhidas a dedo para cada personalidade, sem loucuras consumistas, até porque não há "cheta" para isso.

Linda menina que eu sou...

O Natal este ano

O Natal este ano é dedicado ao comer e ao beber. Ficou estipulado que apenas os miúdos receberiam prendas. Os graúdos limitam-se a comer, beber e conversar. Cada um de nós está encarregue de trazer uma iguaria (para além do jantar tradicional de bacalhau com batatas cozidas e couves, muitas couves).

Vai ser mais um Natal bem passado. Quentinho, aconchegadinho, docinho. E barulhento. Muito barulhento.

25 dias para o Natal, 25 músicas (12)

quarta-feira, 7 de dezembro de 2011

25 dias para o Natal, 25 músicas (7)

E o que é que eu faço para tentar não pensar nos azares?

Mantas para os meus filhos. Esta é foi para a miúda mais nova.



Está em curso a do miúdo do meio.

É por isso

que mensagens como esta

me soam a blábláblá.

A minha colega diz que sempre ouviu dizer que uma pessoa com azar é azarada toda a vida

Eu sou a prova viva. Por mais que lute, por mais que tente, por mais que faça, todo o mal vem bater à minha porta. Neste momento, tenho um arranjo no carro para fazer (que tem mesmo que ser feito senão não passa na inspecção) que tem um orçamento à volta de 500€. E não é para ser feito na oficina da marca, é na oficina de um amigo. Recebi menos de metade do subsídio de Natal e vai servir para pagar seguro do carro e IUC. Para o ano, em subsídio de férias (que costumava receber em Janeiro) e sem subsídio de Natal, onde vou eu buscar o dinheiro para fazer este arranjo?

Agora recebi um aviso de entrega dos correios de uma empresa que trabalha com vendas, para ir levantar. Eu, que não comprei nada (há muito tempo que não compro nada que não tenha apenas a ver com comida ou roupa para os miúdos), até estou com medo de ir ver o que é. Cheira-me que vem lá mais uma surpresa desagradável.

Tudo se resolve?Claro que sim. Sempre consegui resolver os problemas. O problema é que quando resolvo um, vem logo outro. Não consigo estar descansada mais que um ou dois dias.

Sorte? Existe sim, mas para aqueles que nasceram com o rabo virado para a lua. Eu nasci com ele virado para o chão...

terça-feira, 6 de dezembro de 2011

Não é muito, pois não?

Hoje ao almoço comi de sobremesa um crepe com creme de limão e polvilhado com canela. Logo de seguida, a minha irmã veio ter comigo com uma fatia de bolo de bolacha feito por ela e que trouxe para eu dar opinião (opinião super positiva, que estava muito bom).


Gulosa, eu???

Toda a gente gosta do Elmo!

25 dias para o Natal, 25 músicas (6)

segunda-feira, 5 de dezembro de 2011

Labels

... (186) ' (1) 'Cóltura (1) 'o melhor país do mundo' (9) 'o melhor país do mundo'; (1) 'One Good Deed a Day' (15) "Cóltura" (5) "o melhor país do mundo" (78) 101 coisas em 1001 dias (4) 2010 (8) 2011 (7) 2012 (6) 2013 (2) 2013 Technicolor (55) 2014 (3) 25 de Abril (2) 30 dias para o Natal 30 agradecimentos (30) 31 dias para o Novo Ano 31 desejos (31) a idade não perdoa (1) a minha família (9) a minha família e a blogosfera (3) a vida como ela é (121) actualidade (1) ai (1) ai... (1) alegria no trabalho (1) almoço (1) amigos (8) animais (12) aniversários (38) aprender (2) aquilo que eu acho (1) as amantes do verão (31) atletismo (1) atrasados mentais (2) Benfica (5) blog (36) blogger (2) Blogosfera (162) Boas ideias (1) bullying (1) cabeça no ar (2) calor (1) cansaço (1) Carnaval (5) cinema (21) Citações (26) coisas boas (4) coisas da maternidade (1) coisas giras (2) coisas hilariantes (1) coisas minhas (89) coisas que gosto (142) coisas que me acontecem (1) coisas que me sabem bem (1) coisas que não compreendo (2) coisas raras (1) coisas sem interesse nenhum (1) coisas simples (1) conselhos (5) crise (1) crónicas (1) culinária (18) de vez em quando sabe bem desabafar (1) decisões em família (1) desafio 12 meses (12) desafios (143) desporto (3) dias especiais (17) dinheiro (52) doenças (37) eleições (10) escritores (1) escritos que gosto (3) estação favorita (2) estações favoritas (5) Eu (283) eu sou assim (4) Eu sou dadora de sangue com muito orgulho (1) Eu sou dadora de sangue com nuito orgulho (1) exageros (1) F/M (4) faltas de educação (15) Família (103) (9) felicidade (6) férias (107) Filhos (199) fim-de-semana (1) finanças (6) fobias (1) fora do trabalho (1) fotografia (94) fruta (1) Futebol (44) grandes verdades que vou encontrando por aí (1) greve (2) gulodices (1) hobbies (23) idade (1) Idiotas com "i" grande (1) idiotices sem explicação (6) indecisões... (4) Inícios (8) intuição (1) irmã (1) irritações (1) jornais (16) justiça para todos? (14) liberdade (2) Lisboa (1) livros (80) marmitas (1) mau feitio (1) mau feitio... (209) mazelas minhas (2) mimos (15) momentos bons (1) Mundo (49) música (106) música/dança???? (1) Natal (72) net (62) o melhor país do mundo (9) Pai (5) palavra do dia (36) parvoíces (3) parvoíces minhas (1) parvoíces... (59) pausas que me sabem bem (1) pequenos prazeres (1) perda de peso (7) pessoas especiais (39) pessoas por aí (1) Pobre Portugal... (8) poesia (1) Política (125) Portugal (128) Portugal - liberdade (4) Portugal. liberdade (4) poupança (7) praia (3) preguiçosa (1) Projecto 365 (67) publicidade (30) quando eu era pequenina (6) Rádio (25) reflexões (56) relaxar (4) revistas (3) Saúde (36) selos (4) sobre os preconceitos e as lições que a vida nos dá (1) sol (1) solidariedade (2) sonhos... (1) Tejo (1) Tempo (115) tenho frio (1) todos diferentes todos iguais (1) tontices (2) trabalho (158) trabalhos manuais (2) trânsito (3) transportes (6) tv (80) vícios (6) vida escolar (45) YES (1)

Também leio...

As fotografias inseridas neste blog têm origem em:

- Mim própria;
- i can read;
- And it's love;
- vi.sualise.us;
- google;
- Pinterest

Qualquer foto vossa que aqui estiver e que não queiram publicada, digam, que eu retiro imediatamente.