terça-feira, 3 de julho de 2012

Acordar maldisposto/a

Os horários dos autocarros da minha zona foram alterados. Passaram a horário de Verão. Houve muita gente que não se tinha apercebido da alteração e, por consequência, ainda hoje havia pessoas baralhadas com os horários.

Vem isto tudo a propósito de uma senhora que entra no autocarro já a barafustar "porque assim, porque assado" "e diminuem autocarros sem dizer nada a ninguém" (há uma semana que vinha anunciado nos ecrans dos autocarros que a alteração ia acontecer a partir de 30 de Junho...), "vêm os autocarros cheios até ao tecto (...) e ainda por cima os novos ocupam os lugares e os velhos ficam em pé, é uma pouca vergonha..." (a senhora não tinha mais que 50 e poucos anos, sem qualquer aparente incapacidade, a não ser excesso de 'língua'...). E onde  fica a senhora? Junto à porta da saída do autocarro impedindo que as pessoas avançassem para a traseira do autocarro... lá houve alguém que teve coragem (porque a senhora parecia que ia bater em alguém!) de lhe pedir para se chegar mais para trás e, a contragosto, lá se chegou (couberam mais 5 pessoas nesse espaço...).

A história até podia acabar por aqui e já era suficiente, mas não... estando o autocarro a aproximar-se da paragem de Alcântara, alguém teve a audácia de pedir licença à senhora para passar. A senhora até podia ter dito à outra pessoa para esperar um bocadinho porque não conseguia desviar-se, mas não... "o que é que você quer que eu faça? que me pendure no autocarro para você passar?". Claro que a outra senhora não se ficou, como eu não me ficaria e respondeu-lhe como eu lhe responderia "só lhe pedi licença para passar. Se não é possível a senhora só me tinha dito para eu esperar um bocadinho que eu esperava. Nao precisava era de descarregar toda a sua má disposição em cima de mim e de toda a gente.". Acreditam que mesmo assim ela ainda continuou a protestar até a outra senhora sair?

A sério, não percebo. Eu tenho dias em que logo de manhã já sinto o peso do Mundo em cima dos ombros e não é por isso que venho para a rua descarregar nos outros... Qual é a necessidade?

2 comentários:

  1. A frustração de um é suficiente para descarregar nos outros. Falta de tacto é o que eu lhe chamo, algo que em Portugal existe muito, por infelicidade de muitos!

    Haja pachorra :(

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Por mais que tente não consigo perceber esta necessidade de tratar mal os outros só porque a vida corre menos bem... e nem sei se era isso. Ela até pode ser assim mesmo de feitio.

      Eliminar

Labels

... (186) ' (1) 'Cóltura (1) 'o melhor país do mundo' (9) 'o melhor país do mundo'; (1) 'One Good Deed a Day' (15) "Cóltura" (5) "o melhor país do mundo" (78) 101 coisas em 1001 dias (4) 2010 (8) 2011 (7) 2012 (6) 2013 (2) 2013 Technicolor (55) 2014 (3) 25 de Abril (2) 30 dias para o Natal 30 agradecimentos (30) 31 dias para o Novo Ano 31 desejos (31) a idade não perdoa (1) a minha família (9) a minha família e a blogosfera (3) a vida como ela é (121) actualidade (1) ai (1) ai... (1) alegria no trabalho (1) almoço (1) amigos (8) animais (12) aniversários (38) aprender (2) aquilo que eu acho (1) as amantes do verão (31) atletismo (1) atrasados mentais (2) Benfica (5) blog (36) blogger (2) Blogosfera (162) Boas ideias (1) bullying (1) cabeça no ar (2) calor (1) cansaço (1) Carnaval (5) cinema (21) Citações (26) coisas boas (4) coisas da maternidade (1) coisas giras (2) coisas hilariantes (1) coisas minhas (89) coisas que gosto (142) coisas que me acontecem (1) coisas que me sabem bem (1) coisas que não compreendo (2) coisas raras (1) coisas sem interesse nenhum (1) coisas simples (1) conselhos (5) crise (1) crónicas (1) culinária (18) de vez em quando sabe bem desabafar (1) decisões em família (1) desafio 12 meses (12) desafios (143) desporto (3) dias especiais (17) dinheiro (52) doenças (37) eleições (10) escritores (1) escritos que gosto (3) estação favorita (2) estações favoritas (5) Eu (283) eu sou assim (4) Eu sou dadora de sangue com muito orgulho (1) Eu sou dadora de sangue com nuito orgulho (1) exageros (1) F/M (4) faltas de educação (15) Família (103) (9) felicidade (6) férias (107) Filhos (199) fim-de-semana (1) finanças (6) fobias (1) fora do trabalho (1) fotografia (94) fruta (1) Futebol (44) grandes verdades que vou encontrando por aí (1) greve (2) gulodices (1) hobbies (23) idade (1) Idiotas com "i" grande (1) idiotices sem explicação (6) indecisões... (4) Inícios (8) intuição (1) irmã (1) irritações (1) jornais (16) justiça para todos? (14) liberdade (2) Lisboa (1) livros (80) marmitas (1) mau feitio (1) mau feitio... (209) mazelas minhas (2) mimos (15) momentos bons (1) Mundo (49) música (106) música/dança???? (1) Natal (72) net (62) o melhor país do mundo (9) Pai (5) palavra do dia (36) parvoíces (3) parvoíces minhas (1) parvoíces... (59) pausas que me sabem bem (1) pequenos prazeres (1) perda de peso (7) pessoas especiais (39) pessoas por aí (1) Pobre Portugal... (8) poesia (1) Política (125) Portugal (128) Portugal - liberdade (4) Portugal. liberdade (4) poupança (7) praia (3) preguiçosa (1) Projecto 365 (67) publicidade (30) quando eu era pequenina (6) Rádio (25) reflexões (56) relaxar (4) revistas (3) Saúde (36) selos (4) sobre os preconceitos e as lições que a vida nos dá (1) sol (1) solidariedade (2) sonhos... (1) Tejo (1) Tempo (115) tenho frio (1) todos diferentes todos iguais (1) tontices (2) trabalho (158) trabalhos manuais (2) trânsito (3) transportes (6) tv (80) vícios (6) vida escolar (45) YES (1)

Também leio...

As fotografias inseridas neste blog têm origem em:

- Mim própria;
- i can read;
- And it's love;
- vi.sualise.us;
- google;
- Pinterest

Qualquer foto vossa que aqui estiver e que não queiram publicada, digam, que eu retiro imediatamente.